June 13, 2005

A "apanha" do sabonete




Agência: Ogilvy & Mather, S. Paulo

Briefing: Divulgar a 9ª Parada Gay de São Paulo.

NOTA: Ouro na categoria Outdoor do Festival Internacional
de Publicidade em Lingua Portuguesa
- Espinho.

[Via: Aventura Paulista]

17 comments:

pombo said...

ouro porquê?
isso nem original é...

LAP said...

atão, não é original? conta lá

Nixon said...

O pombo ja apanhou o sabonete...

O chibador de picadores said...

Por acaso não é mesmo original! Houve uma agencia nórdica qualquer que fez uma coisa semelhante. Não eram sabonetes mas eram autocolantes amarelos colados no chão que tinham qualquer coisa escrita em letra muito pequena. Quando a pessoa se curvava podia ler: "Mantenha-se nessa posição" ou qq coisa semelhante. Era um anúncio a um espaço gay qualquer. Se pedirem muito posso digitalizar a peça que está num livro de publicidade lá por casa em algum lado

pombo said...

precisamente chibador, precisamente.

picador de chibadores said...

Estes publicitários são uns picadores. Ainda ontem vi uma campanha com pessoas vestidas a sorrirem para a câmara. Tenho a certeza que já vi pessoas a sorrirem para a câmara, penso que num anuário da Turquia.

Toni ramos said...

Que conversa de chácha. Típico de criativos que não têm nada de mais importante para fazer, senão andar a ver semelhanças gratuítas em tudo o que é proganda. Nós por vezes esquecemo-nos de que a nossa profissão é "recriar". Como diria o Sr. James Young (mítico fundador da Y&R) 'a criatividade não é mais do que criar novas associações com elementos antigos'. Provavelmente o grande público ao qual se destina esta acção entende perfeitamente a mensagem; a associação ao tema gay do sabonete/chuveiro/apanhar no rabo é imediata; chama a atenção e esta é a linguagem do consumidor comum. Crescam pá, nós somos pagos para informar e entreter os "outros" e não para fazer anúncios "originais" para os nossos amigos do meio.

pelo do peito do toni said...

Bem dito.

picador da sharon stone said...

entao e a digitalização? vem ou nao vem..deixem lá ver po r curiosidade

Nuno Lisboa said...

Pois, entendo que estamos cá para isso, criar para os consumidores. Percebo que nem tudo que criamos é original, sui generis. É um risco que estamos a correr pela quantidade de informações que nos atingem a todo momento. Gosto da idéia pois utiliza um simbolismo muito mais forte e interessante do que supostamente os nórdicos criaram. Abracos a todos.

O Chibador de Picadores said...

Ok.... prometo a digitalização para hoje a noite. envio-a para o caríssimo hidden e ele decidirá se a "posta" aqui ou não... Sim.... criatividade é recriar! Não imitar! Agora... acredito perfeitamente que nem tudo o que é picado o é propositadamente. http://www.amazon.com/gp/reader/0500284768/ref=sib_dp_pt/103-6835975-8397460#reader-page
Eis o link para o livro onde eu vi a referida campanha. E, Nuno Lisboa, já te ocorreu que a expressão "apanhar o sabonete" pode não ser conhecida lá nesse país? Não estou aqui a acusar ninguém. Eu até acho que terá sido sem querer a picadela. Mas é verdade que já não é original.... Hoje à noite envio a imagem para o blog.

Nuno Lisboa said...

É verdade. E tocas num ponto interessante. Até que ponto a comunicação é verdadeiramente global como se diz? Ha actualmente uma padornizacao total da publicidade, como se aquilo que é dito no Vietnã tem que ser obrigatoriamente compreendido em França. "Apanhar o sabonte" pode ser uma expressao conhecidissima cá no Brasil e aí em Portugal, mas pode soar estranha na Suécia. Um abraço.

Consumering said...

Não sabia que a publicidade servia para entreter. Julgava que era para vender.

quatro salti do marketing said...

A publicidade isolada não tem essa capacidade. Era bom era ...

fradique do séc. XXI said...

O Visconde Barão de Horta e Costa e toda a sua côrte são odiáveis ... segundo a maioria dos consumidores. Por muito dinheiro que ele injecte nos bolsos do noveau riche Ricardo Monteiro e sus muchachos da Eurolândia RSCG, nunca vão conseguir criar empatia por essa grande 'marca' monopolista e arrogante que é a PT. Viva a Sonae.com, viva o triple play, viva a alternativa ao Adamastor PT, viva a televisão por IP, viva o ADSL, viva a Novis e o Clix, viva a sua coragem por inovarem (e terem deixado para trás a agência do barracão, que tarde se apercebeu das movimentações que o mercado estava a tomar).

Martelo ao picador de chibador said...

N é original. É apenas o mesmo raciocínio do anúncio nórdico com um sabonete no chão. a base é sempre a mesma, vês uma merda no chão, inclinaste, ficas de cú p o ar, e lês qq merda q diz encontro/loja/procura-se amigos gays. Atenção q o anúncio da turquia foi premiado. é estranho q haja muita gente c esse anuário. Se calhar n é da turquia...

Anonymous said...

Obrigado a todos por me terem explicado o anúncio, que eu sozinho não ia lá. Se calhar é por eu ser homem e não ser gay.