May 02, 2006

A falibilidade de algumas "leis"

"Starbucks should have learned a lesson from McDonald's, a brand that has resurrected itself not by adding things to the menu, but by getting back to basics. They talk fruit and salads, but it's the simplicity of the dollar menu and the appeal of the double cheeseburger that has brought the dollars back to the bottom line." - Laura Ries, Advertising Age

É verdade Laura! Num recente artigo do International Herald Tribune o "Dollar menu" é realmente mencionado como o "driver" do volume de vendas e de tráfego nas lojas McDonald's. Mas sendo o marketing "uma batalha de percepções e não de produtos" (aonde é que eu já ouvi isto?) talvez a "aventura" da McDonald's com a introdução de sopas e saladas no menu, passe precisamente por isso: Desmantelar certas convenções e criar novas associações em torno da marca (por ex: "healthy alternatives", maior variedade de escolha, um lugar para todos). Ou seja, enquanto que a oferta do "back-to-basics" da batata e do hambúrguer sente-se de forma imediata no bolso do accionista, a oferta das sopas e saladas vai-se sentido mas de forma intangível ... na mente do consumidor. Parece-me uma estratégia complementar e não um caso de "desfocalização" por parte da McDonald's, como acredita a Senhorita Ries.

3 comments:

tiago said...

Não podia concordar mais contigo.

Francisco said...

Não concordo absolutamente nada com isto. Onde é que existe coerência entre saladas e hamburgers com batatas?

hidden persuader said...

E eu pergunto ... e porque não? Inicialmente fazia-me alguma confusão juntar num mesmo espaço publicos-alvo quase que antagónicos, que procuravam experiências diferentes: os jovens com seu "pocket money" fazem do McDonald's a sua refeição diária e utilizam o espaço como ponto de encontro com os amigos e colegas; As executivas e o target maioritariamente feminino procuram conveniência, rapidez e uma dieta "quase" saudável na oferta de saladas e sopas; As famílias procuram um espaço onde passar alguns bons momentos com os filhos, onde realizar as suas festas de aniversários e entreter a prole ... realmente parece estranho e dissonante, quando misturamos tudo. No entanto eu cada vez oiço mais, as pessoas a elogiarem o facto de a McDonald's ter uma oferta também para "elas". Se elas não encontram qualquer tipo de inconveniente, porque é que eu (que nem sou cliente regular) hei-de encontrar? Além de mais, tal como disse no post a estratégia da McDonald's assenta precisamnete nisso - criar um espaço para todos e aos poucos mudar a percepção de que está a mudar, de que apesar de oferecer batatas e fritos também tem uma alternativa mais saudável para quem quiser optar pela mesma.

Fica uma provocação: Num restaurante comum, onde pára a coerência no menu, entre os pratos de peixe e carne? Entre os doces e a fruta? Entre as saladas e os petiscos?