June 26, 2006

A agência do futuro


[Clique na imagem para ver o vídeo]

Sir Martin "Why Pay People" Sorrell, o senhor todo-poderoso do império WPP parodiou em Cannes sobre aquilo que julga ser o futuro das agências de publicidade: Agências automatizadas por um sistema, onde de um lado se coloca um brief e do outro saem campanhas. Para quê gastar dinheiro com criativos e planners!?

"I've often thought how much easier it would be to run an advertising agency if you could only get rid of the creative department."

"It's the world's very first fully-automated creative department. Account planners simply stuff their briefs into its backside -- on the left where the wires are -- and within seconds multimedia, fully integrated award-winning ads come fizzing out the front at 35 kilometers per hour."

"And since the world is suffering from a vast surplus of data, this means that from now on account planners will be very cheap to run, which naturally appeals to me a great deal."


[Via: Ad Age]

4 comments:

Anonymous said...

he he he esse semhor sabe-la toda.

Gun said...

"Why pay people?"
Ó Sofia Barros, este senhor podia entrar no próximo filme do IAC, para qualquer papel - tanto de vítima, como de abusado. Passo a explicar: por um lado, o Alzheimer fê-lo esquecer que o leitmotiv de uma agência é o departamento criativo, impossível de automatizar porque "brains are organic". Por outro lado, tem uma figurinha patética de pedófilo com ares de pedreiro com gravata (o sonho dele era ser planner, mas não o deixaram pelo mau aspecto de gordo imbecil). Só diz merda da boca para fora, e na realidade só serve para gastar os petromillions da WPP. Só com o divórcio desta besta, foram milhões para a prostituta barata com que se casou. E depois são os mercados terceiro-mundistas que pagam: pelo que ouvi, a JWT cá do burgo já começou "getting rid of the creative department". Planners, esses então nem os há.
Ninguém prende esta ameba?

Anonymous said...

Meu o tipo estava apenas a tentar ser engraçadinho no meio de uma audiência maioritariamente composta por pessoal da Wunderman, JWT, Y&R, Ogilvy etc. Mas claro, como gestor e financeiro as pessoas são apenas um meio para o último fim: Mega-lucros-astronómicos. Alguém tem que pagar a factura e por vezes para pagá-la tem que se cortar pela base. PS - Ironicamente na Campaign vinha a dizer que o Sir Sorell deu a si próprio um aumento salarial, apesar do abrandamento de algumas das suas agências.

Anonymous said...

Gun (e esse nick não é teu, é meu) , o homem estava a usar a Ironia misturada com uma boa dose de Humor Britanico. Tu tal e qual outros patetas de jornalistas em cannes, não perceberam nada e publicaram tudo tal e qual o powerpoint. o Sir Martin demontrou que tem sentido de humor. Não está mal, para um todo poderoso do mundo Advertising