December 11, 2006

"Retail landscape"



Com as lojas Discount a "piscarem o olho" aos clientes dos Hipers com algumas gamas premium que apostam na qualidade; e com os Hipers a apostarem em gamas low price, o que é que sobra?

Como é que as marcas de retalho alimentar se irão posicionar e diferenciar umas das outras a médio e longo-prazo? Será pela experiência de compra no ponto de venda? Será pelo branding e comunicação da marca?

4 comments:

Anonymous said...

Está tudo a caminhar para o "meio". Ainda não percebi é o posicionamneto do Pingo Doce, eles agora são discount ou querem ser um "discount premium" melhor que um Lidl ou um Minipreço da vida?

L. said...

o pingo doce criou uma categoria só para si ... o discount-premium LOLOL

torrecilla said...

pela experiência de situações semelhantes passadas, o intangível prevalecerá.

daí que o branding deverá andar em torno de pilares como a experiência de compra, gerando significados diferentes em cada tipo de marca de retalho...

não sei, digo eu...
1.000.000 dollar question

olhómetro said...

Eu quando olho para a comunicação dos super/hiper-mercados sinto um enorme vazio, quando olho para as lojas acho-as todas iguais na oferta e no espaço.